Atenas

Monte das Musas em Atenas

O Monte das Musas em Atenas também é conhecido como o Monte Philopappos.

Virna Lize em Monte das Musas - Atenas

Virna Lize em Monte das Musas – Atenas

Eu prefiro chamá-lo de Monte das Musas, pois é mais a cara da Grécia. Principalmente na primavera, quando as flores tomam conta de todo o monte e dá uma deliciosa sensação de que estou passeando junto com as noves musas da inspiração!

 Monumento Philopappos

Monumento Philopappos

O Monte  Philopappos tem esse nome devido a esse mausoléu antigo, que é dedicado a Caio Júlio Antíoco Epifânio Philopappos , um príncipe do reino de Commagene. Tem uma estrutura de dois andares, apoiado por uma base. No nível mais baixo há um friso representando Philopappos como um cônsul, montando em um carro e levado por lictores. O nível superior mostra estátuas de três homens: de Antíoco IV, à esquerda, de Philopappos no centro e de Seleuco Nicator à direita.

Vista da Acrópoles no Monte das Musas

Vista da Acrópoles no Monte das Musas

Philopappos morreu em 116, e sua morte causou grande tristeza a sua irmã Julia Balbilla e possivelmente, para a família imperial. Como uma dedicação para honrar a memória de Philopappos, Balbilla, assim como todos os cidadãos de Atenas, ergueram um túmulo no Mouseion Hill,
perto da Acrópoles de Atenas.

Monte das Musas

Monte das Musas

Seu túmulo de mármore ainda é conhecido como o Monumento Philopappos, a estrutura é construída em mármore branco pentélico sobre um pedestal 3,08 m de altura, feita de mármore poroso e revestida com lajes de mármore Hymettian. Um pouco antes do Monumento, tem o local de adoração das  Musas.

Prisão de Sócrates no Monte das Musas

Prisão de Sócrates no Monte das Musas

A prisão de Sócrates está localizada no Monte das Musas, de acordo com o que escreveu Platão, na obra Fédon, aqui terá estado preso Sócrates, o filósofo. Ele proferiu suas últimas palavras: “Críton, somos devedores de um galo a Asclépio; pois bem, pagai a minha dívida. Pensai nisso!”

95

Igreja Agios Dimitrius Loubardiaris

A bela igreja do século 16, Agios Dimitrius Loubardiaris, também está localizada na entrada do Monte das Musas. Segundo a tradição, ela tem esse nome (Loubardiaris ou Bombardiaris) por um incidente que aconteceu no século 17, quando Aghios Dimitrios protegia os crentes de grande canhão (Loubarda). Na véspera de 26 de Outubro,um trovão fez que um parafuso batesse no comandante da guarnição da Turquia, Yusuf Aga, que havia instalado um loubarda (canhão) na Propylaea da Acrópolis ,porque ele estava planejando atacar os cristãos no dia de São Demétrio. O raio atingiu e matou o comandante da guarnição e os fiéis foram capazes de honrar o santo na igreja.

Monte das Musas

Monte das Musas

Pelos arredores do Monte das Musas.

Monte das Musas

Monte das Musas

Pelos arredores do Monte das Musas.

Pegadas pelo Monte das Musas

Pegadas pelo Monte das Musas

Pelos arredores do Monte das Musas.

As Musas eram nove Deusas das artes e ciências na mitologia grega. Eram filhas de Zeus, o rei dos deuses, e de Mnemosine, a deusa da memória. Após a derrota dos Titãs, os deuses pediram a Zeus que criasse divindades capazes de cantar condignamente a grande vitória dos Olímpicos. Zeus partilhou o leito de Mnemósina durante nove noites consecutivas e, no tempo devido, nasceram as nove musas. Cada musa protegia uma certa arte ou ciência.

Até a próxima! 🙂

Post anterior

Claudia Beatriz na Grécia

Próximo post

Edson Tiago na Grécia

Virna Lize

Virna Lize

Sou brasileira e moro na Grécia desde 2008. Tenho como objetivo mostrar para todos que visitar a Grécia é possível, desde que tenha um bom planejamento. Organizo viagens para este maravilhoso país através de Roteiros Personalizados, além de oferecer serviço de Acompanhamento.

Comentários do Facebook


Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *