Sitio ArqueológicoTradições

Tocha Olímpica na Grécia

Assistir a cerimônia da Tocha Olímpica na Grécia foi um dos acontecimentos mais inesperado de toda a minha vida e com certeza ficará sempre na memória!

Em Olímpia

Em Olímpia

A chama dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 foi acesa na cidade de Olímpia, na Grécia, ao meio-dia ( quinta-feira / 21/04/2016) e eu estava lá!

O hino do Brasil sendo tocado no exato local onde nasceu a Olimpíada, para mim, foi um dos momentos mais importante da cerimônia! Gosto muito da relação Brasil e Grécia! Entendo que o momento é muito delicado para se ter uma olimpíada no Brasil, mas concordo com o que disse o dirigente da cerimônia:  “Apesar das dificuldades que o Brasil enfrenta hoje, a chama é um lembrete eterno de que somos todos parte de uma mesma humanidade. Este será o grande legado da Olimpíada para o Brasil e para o mundo”.

Cerimonia da Chama Olímpica na Grécia

Em Olímpia 

A cerimônia, com 29 sacerdotisas e 13 dançarinos, marcou o início do percurso da tocha olímpica. Katerina Lehou, atriz que representou a Alta Sacerdotisa, acendeu a tocha no antigo templo de Hera.

Jogador

Ginasta grego Leftheris Petounias

O primeiro atleta a portar a tocha foi o ginasta grego Lefheris Petrounias, que a passou ao brasileiro ex-jogador de vôlei e bicampeão olímpico (1992 e 2004) Giovane Gávio.

Giovani

Giovani Gavio

“-Posso segurar a Tocha Olímpica Giovani?” “-Sim, a Tocha é nossa!!” respondeu Giovani com seu sorriso espontâneo! A viagem do símbolo das Olimpíadas durará quatro meses, percorrendo toda a Grécia e 300 cidade brasileiras. No dia 5 de agosto, o fogo olímpico chega ao Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para a cerimônia de abertura dos Jogos de 2016.

Foto da web

Foto da web

“Hoje escrevemos a história. Estes Jogos Olímpicos serão uma mensagem de esperança nestes tempos difíceis e a chama levará esta mensagem a todos os cantos do Brasil do mundo inteiro”, afirmou Thokmas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Tocha Olímpica sendo acesa em Olímpia

Tocha Olímpica sendo acesa em Olímpia – Foto de site

A Tocha Olímpica, ou Fogo Olímpico, é um importante símbolo das Olimpíadas. Comemorando o roubo do fogo do deus grego Zeus por Prometeus, sua origem reside na Grécia Antiga, onde o fogo era mantido por toda a celebração nos Jogos Olímpicos da Antiguidade. A Tocha Olímpica, com seu significado ancestral, foi reintroduzida nos Jogos Olímpicos de 1928, e faz parte das Olimpíadas Modernas desde então. O percurso da Tocha Olímpica foi introduzido nos Jogos Olímpicos de Berlim 1936.

Atletas

Atletas

O revezamento da Tocha Olímpica termina um dia antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. A última pessoa a levar a tocha é tradicionalmente mantida em segredo até o último momento e geralmente é uma celebridade esportiva do país anfitrião. Ela corre até a pira, geralmente colocada no topo de uma grande escadaria, e então a acende com o Fogo Olímpico. Depois disso, o Fogo Olímpico queima na pira até ser apagado na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

Tocha Olímpica nos Jogos Olímpicos da Antiguidade
Nos Jogos Olímpicos da Antiguidade o fogo tinha significado divino, pensava-se que ele tinha sido roubado dos deuses por Prometeus. Desta forma, o fogo também estava presente em muitos santuários em Olímpia. O fogo era constantemente queimado no altar de Hera em Olímpia. Durante os Jogos Olímpicos da Antiguidade, que honravam Zeus, fogos adicionais eram acesso no seu templo e no de sua mulher Hera. A Tocha Olímpica moderna é acessa onde costumava ficar o templo de Hera.

Abaixo um pouquinho dos momentos que vou levar para sempre na memória!

Momentos marcantes!

Momentos marcantes!

Fui para Olímpia com uma brasileira, que está morando na Grécia há dois anos e foi muito gostoso dividir esse momento especial com ela! Katiucia Polyzogopoulou muito obrigada pela carona e pelas boas risadas! 🙂

13006500_1093999773979297_8124775226508994896_n

Na chegada e meu coração estava a mil!

Quando vi essa plaquinha, senti meu coração realizado! Faltava pouco para participar de uma cerimônia importantíssima que ligaria o Brasil e a Grécia para sempre!

13062090_1094134337299174_4091490626121267207_n

Eu beijei a nossa Tocha Olímpica!

Eu precisava tocar na Tocha, eu sabia que era uma oportunidade única e o beijo foi com muito carinho para todo povo brasileiro, que sonha e acredita num Brasil melhor, assim como eu!

Eu corri em Olímpia!

Eu corri em Olímpia!

Começou com uma brincadeira, a Katiucia disse: ” Virna corre!” E eu olhei para o estádio, no mesmo lugar que começou a olimpíada, no mesmo local que atletas corriam a 700 a.C e comecei a correr. A minha intenção era apenas correr um pouquinho, e quando me vi, estava percorrendo toda a faixa da quadra, lógico que eu não consegui correr ate o final ( meu joelho apitou), mas terminei de percorrer todo o percurso com uma boa caminhada e com uma sensação incrível de felicidade!

Templo de Hera - local exato onde acende a Chama Olímpica

Templo de Hera – local exato onde acende a Tocha Olímpica na Grécia

Local onde a tocha Olímpica na Grécia é acessa, bem nas ruínas onde costumava ficar o templo de Hera.O fogo possui um significado divino para muitos povos, incluindo os gregos e estava presente nos santuários de Olímpia e em honra a Zeus. Durante os Jogos Olímpicos da Antiguidade fogos adicionais eram acesos no seu templo e no de sua mulher, Hera. O fogo significa vida, enquanto há chama há vida e enquanto há vida há esperança! Mais fotos nesse LINK.

-Segunda etapa da Tocha Olímpica, agora no Estádio Kalimarmaro e eu também estava lá!

_DSC2258

Tocha Olímpica em Atenas

A tocha olímpica foi entregue ao Brasil nesta quarta-feira (27/04/2016) no Estádio Kalimármore, local onde  sediou os primeiros Jogos Olímpicos modernos em 1896.

_DSC2277

Tocha Olímpica em Atenas

Do local em que repousou de terça para quarta-feira no museu da Acrópole, ela viajou pelas ruas da capital Atenas até ser levada ao estádio, que foi construído no ano 330 a.C., pelo medalhista olímpico grego de salto em altura Niki Bakoyianni.

_DSC2299

Tocha Olímpica em Atenas

Após um revezamento no estádio, a campeã grega de remo Katerina Nikolairou acendeu o caldeirão de ouro, cercada por sacerdotisas com vestidos pregueados longos, e a plateia irrompeu em saudações.

Tocha Olímpica na era moderna – A prática moderna de mover a Tocha Olímpica através de um sistema de revezamento desde Olímpia até o local da Olimpíada começou nos Jogos Olímpicos de Berlim 1936. Embora a maior parte do tempo a Tocha Olímpica esteja sendo levada por alguém correndo, ela tem sido transportada de várias formas. A Tocha Olímpica foi transportada de barco em 1948 para cruzar o Canal da Macha, e foi levada de avião pela primeira vez em 1952 quando foi para Helsinque. Acender a pira olímpica depois do revezamento da tocha tem sido um dos eventos mais emocionantes dos Jogos Olímpicos.

Mais fotos do evento no Estádio kalimarmaro nesse LINK.

Até a próxima! 🙂

 

Post anterior

Monte Pnyx em Atenas

Próximo post

Ana Maria reis na Maratona da ilha de Rhodes

Virna Lize

Virna Lize

Sou brasileira e moro na Grécia desde 2008. Tenho como objetivo mostrar para todos que visitar a Grécia é possível, desde que tenha um bom planejamento. Organizo viagens para este maravilhoso país através de Roteiros Personalizados, além de oferecer serviço de Acompanhamento.

Comentários do Facebook


1 Comentário

  1. Silvana Leila Soares Ferro
    22 de abril de 2016 as 09:58 — Responder

    Muito bom…que emoção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *