GRECIAIlhas CícladesMilos

O que ver na ilha de Milos

O que ver na ilha de Milos é um post com dicas da ilha da Afrodite! A ilha de Milos é conhecida pela maioria das pessoas como o lugar onde a estátua de Afrodite foi descoberta. Só muito recentemente é que o turismo tem notado as suas belas praias, suas rochas e suas águas claras.

O que ver na ilha de Milos

Ilha de Milos é a “Ilha das Cores”, tem uma beleza ímpar devido a sua origem vulcânica e as suas belas praias, cada uma com sua própria característica. Milos oferece umas férias interessante e inesquecível.

O que ver na ilha de Milos

O que ver na ilha de Milos: Vilas
Adamas é o centro da ilha de Milos, tem cafeterias, restaurantes , lojas de artesanatos e mercados.A maioria dos passeios de barco partem de Adamas. Visite as igrejas de Agia Triada e Agios Halarambos.

Plaka é a vila mais típica da ilha, pois possui estradas estreitas, casas de estilo das Cíclades, pequenas lojas de artesanatos e restaurantes. Visite o Kastro, pois tem uma vista maravilhosa da parte Norte e Oeste da ilha e é muito usado para ver o por do sol da ilha. Em Plaka você vai encontrar o museu do Folclore, o museu Arqueológico, as Catacumbas e o Teatro.

Zefiria é a primeira capital de Milos, que foi construída pelos venezianos. Por causa de um grande terremoto em 1767 foi abandonada. Hoje é uma pequena aldeia onde os habitantes estão envolvidos na agricultura. Zefiria é conhecida pelo festival que acontece todos os anos no mês de  agosto, em homenagem a memória da Virgem Maria de Portiani. Panagia Portiani é a antiga Catedral da ilha, construída no século 17. Zefiria esta a  cerca de 5 km de Adamas.Praias:  Agia Kyriaki e Paleochori.

Tripiti é uma continuação natural de Plaka para o sul. Tem esse nome devido aos buracos que existem nas rochas ao redor da aldeia. É uma pitoresca vila com uma vista maravilhosa sobre o Golfo de Milos. A beleza da vila são os moinhos restaurados, que você pode alugar para a sua estadia e a imponente igreja de São Nicolau. Perto Tripiti tem as Catacumbas de Milos e um antigo teatro.

Klima é uma vila tradicional com pequenas casas de dois andares construídas  próximas ao o mar. Algumas são alugadas para  turistas e há também lojinhas de artesanatos nestas casas. Em 1820, próximo a vila de Klima, um agricultor achou a estátua de Afrodite de Milos, que é exibido no museu do Louvre, em Paris. Hoje,no lugar, encontramos apenas uma placa de aviso. Há réplica exata da estátua no Museu Arqueológico de Plaka. Próximo a Klima encontra-se o antigo teatro de Milos.

Mandrakia é uma vila de pescadores, com casas típicas de dois andares construídas próximo ao mar. Nas casas tem quartos  para alugar e um restaurante. Localizado a cerca de 5 km. Noroeste da capital de Milos, Plaka.

O que ver na ilha de Milos -Praias

O que ver na ilha de Milos – As belas praias e as principais são:
Sarakiniko é totalmente formada por cinza vulcânica e parece uma paisagem lunar! A área mais bonitas são por detrás dos morros que ladeiam a pequena prainha de mármore. O nome vem dos piratas sarracenos que usaram a ilha como base. Se você olhar cuidadosamente ao redor vai encontrar algumas ligações de seus navios.

Provatas é uma grande praia com areia e  águas rasas é adequada para crianças. O acesso é por estrada asfaltada, sem qualquer dificuldade. Durante os meses de Verão há transporte local de Adamas para chegar a esta praia.

Firiplaka é uma praia bem agradável, sendo que depois da pedra que divide a praia ela se torna uma praia de nudismo não obrigatório, mas que tem rochas coloridas lindas, vale muito uma andada.

Tsigrado é uma praia com areia branca e fina e está localizada no lado sul de Milos entre as praias de Fyriplaka e Gerakas. Não tenha medo de descer a colina de areia, embora pareça complicado não é tão difícil e definitivamente vale a pena.

Gerondas está localizada na parte sul da ilha. É acessível por carro, mas nós recomendamos para visitar por mar, se possível. Se você ainda escolher o carro, a estrada é verdade estrada de terra, mas em boas condições. Você precisa ir através da área da pedreira a pé, o que acrescenta mais 10 minutos para a sua viagem. Uma pequena baía com pequenas pedras brancas ao redor e uma ponte natural entre o mar e a terra.

Agia Kyriaki é uma das praias mais populares da ilha e está localizada a 8 Km de Adamas. A praia é de areia e bem organizada, com guarda-sóis,  espreguiçadeiras e um bar. Próximas a ela tem as praias de Psarovolada e Kalamos.

Paliohori  é uma praia grande, de quase até 2 (dois) km e é dividida em três pequenas praias por enormes rochas vulcânicas, em diferentes tons de vermelho. A primeira praia tem um bar com uma vista deslumbrante do o azul profundo do mar. Ha boas estradas e ônibus local que leva até esta praia.

Papikinou é uma praia longa que se estende à esquerda de Adamas. A praia tem Bandeira azul e é organizada em alguns pontos.Por causa do Golfo de Milos, a praia quase nunca tem vento e devido as águas rasas, é adequada para crianças pequenas.

O que ver na ilha de Milos

O que ver na ilha de Milos – Teatros, Museus e Sítios:
O antigo teatro de Milos é uma das mais importantes descobertas arqueológicas da ilha.Localizado na área de Tripiti e sua construção remonta ao período helenístico (século 3 aC). Como a pesquisa arqueológica foi concluído a evidente fase romana do teatro. As escavações descobriram sete linhas de mármore das arquibancadas e no palco. Hoje abriga cerca de 700 espectadores, enquanto que em tempos antigos foram estimados em 7.000.

O Museu Arqueológico de Milos está localizado em Plaka e definitivamente vale a pena uma visita. Alojado num belo edifício neoclássico projetado em 1870 pelo famoso arquitecto E. Ziller. Ele funciona como um museu desde 1985. Uma das mais famosas exposições do museu é a Vênus de Milo que domina o hall central do museu. É claro que a estátua é uma cópia do original que está no Louvre. A estátua foi encontrada por acaso em 1820 por um agricultor de Milos em um local perto de Plaka. O Museu Arqueológico de Milos exibe dois períodos da ilha. O primeiro é o período pré-histórico e o segundo começa a partir de cerca de 1000 a.C até o início do primeiro século d.C.
Horário de funcionamento:
Terça-feira – domingo, 08h30 – 15:00

O Museu de Artes de Milos está alojado num edifício do século 19 em Plaka, ou seja, ao lado de Panagia Korfiatissa. O museu foi fundado em 1967 a fim de destacar o estilo de vida dos moradores da ilha após o século 17, suas atividades diárias, costumes e hábitos.

Sítio Arqueológicos Phylakopi – Ao lado da estrada principal para Pollonia tem um dos mais importantes sítios arqueológicos na Grécia, o antigo povoado de Phylakopi. O local foi destruído e reconstruído pelo menos três vezes. Floresceu graças à transformação e comércio de obsidiana, uma rocha vulcânica preta e dura, que era usada para fazer facas, ferramentas e flechas.Até hoje houve três escavações, todos da Escola Britânica de Arqueologia, em Atenas. Em 1896-1899 por C. Smith & D. Hogarth, 1911 por Dawkins & droops e 1974-1977 por Colin Renfrew. Estas escavações trouxeram à luz vestígios de 3.000 a.C (Início da Idade do Bronze) , de 1.250 a.C ( final da Idade do Bronze) e de 1200 a.C.
Horário de funcionamento:
Terça-feira – sábado, 10:00 – 02:00 & 18:30 – 21:30
Domingo, 10:00 – 02:00

O que ver na ilha de Milos – Cavernas e rochas

O que ver na ilha de Milos – Passeio de Barco :
kleftiko é um conjunto de impressionantes rochas brancas vulcânicas nas águas azul-turquesa. Entre os rochedos , muitos iates e barcos, pois  o lugar só é acessível apenas por mar. O barco para visitar Kleftikos você pega em Adamas.

A caverna de Sykia está situada no lado oeste da ilha e o acesso é exclusivamente por via marítima. Se seu barco é pequeno você pode entrar, caso contrário você terá que amarrar o lado de fora e nadar.

O que ver na ilha de Milos

Dicas de segurança:Milos apesar de ser um verdadeiro paraíso na Terra é uma área de mineração intensa, cuidado com os caminhões gigantes passando a toda, principalmente na estrada para Tsigrado( a mina principal fica ao lado).

CUIDADO: Milos é lar das víboras mais temidas de todo o Egeu, a dica é que elas nunca vão para a areia, ou seja nunca tem víbora na praia, mas evite a todo custo fazer trilhas onde há mato ou mesmo somente pedras, ande só em caminhos existentes, estradas e praias, não arrisque.

Até a próxima!

Post anterior

Passeios para cruzeiros na Grécia

Próximo post

Viajar sozinho para a Grécia

Virna Lize

Virna Lize

Sou brasileira e moro na Grécia desde 2008. Tenho como objetivo mostrar para todos que visitar a Grécia é possível, desde que tenha um bom planejamento. Organizo viagens para este maravilhoso país através de Roteiros Personalizados, além de oferecer serviço de Acompanhamento.

Comentários do Facebook


3 Comentários

  1. Nathália Barreto
    1 de fevereiro de 2017 as 14:06 — Responder

    Olá Virna !!! Meu nome é Nathália e gostaria de dizer que estou amando suas dicas. Tenho muita vontade de conhecer a Grécia e pretendo ir quando concluir a faculdade. Enquanto isso, fico aqui babando com seus posts 😂😂 Um beijão

  2. Joanna
    14 de abril de 2017 as 18:09 — Responder

    Amei demais! Estamos indo agora final de julho, melhores dicas!

    • Virna Lize
      23 de abril de 2017 as 10:21 — Responder

      Ola Joanna
      Obrigada pelo comentario! Boa viagem!!
      Virna Lize

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *